Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Onça pintada recebe dentes de porcelana em projeto de conservação no Tocantins - Conexão FM 98.1 - Tudo que você gosta! Palmas / TO


No comando: CONEXÃO CORUJA

Das 00:00 às 05:00

No comando: CONEXÃO SERTANEJA

Das 05:00 às 08:00

No comando: TERRITÓRIO SERTANEJO

Das 06:00 às 08:00

No comando: CONEXÃO BRASIL

Das 08:00 às 10:00

No comando: DEIXA ROLAR

Das 10:00 às 12:00

No comando: RESENHANDO

Das 12:00 às 14:00

No comando: NAÇÃO NORDESTINA

Das 14:00 às 16:00

No comando: SERTANEJO BOM DE MAIS

Das 16:00 às 18:00

No comando: 60 MINUTOS

Das 18:00 às 19:00

No comando: SEGUNDAS INTENÇÕES

Das 19:00 às 21:00

No comando: POP DJ

Das 20:00 às 22:00

No comando: A VOZ DO BRASIL

Das 21:00 às 22:00

No comando: SOFT NIGHT

Das 22:00 às 00:00

Onça pintada recebe dentes de porcelana em projeto de conservação no Tocantins

Um projeto de conservação que ajuda espécies ameaçadas no Tocantins fez um procedimento inusitado em uma onça pintada em Palmas recentemente. O animal é um macho adulto com cerca de quatro anos de idade. Os veterinários constataram que havia um problema nos dentes dele. As presas tinham um desgaste anormal, que poderia levar a uma fratura e impossibilitar a sobrevivência do animal na natureza.

Para resolver o caso, a solução foi dar novas presas ao animal, feitas de porcelana. Procedimento é parecido com o que é feito em um humano, com a diferença de que o paciente precisa estar completamente sedado durante a consulta dentária.

Para não perder uma boa oportunidade, foi coletado ainda material genético da onça, que será usado em estudos sobre a espécie que podem embasar futuras ações de conservação.

O implante dos dentes foi realizado no Centro da Fauna (Cefau), do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), que fica em Palmas. Equipes de duas universidades, do Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos Carnívoros (Cenap) e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) também participaram.

Equipe também coletou material genético da onça — Foto: Naturatins/Divulgação

“A presa é muito importante na hora de quebrar osso, de comer. Quando está em vida livre é importantíssimo para caçar e esse desgaste anormal estava fraturando o dente, ia levar a fratura completa das presas do animal, dos caninos”, disse o médico veterinário Fernando Silveira.

A equipe que participou do processo é de voluntários. A onça passa bem após o procedimento e a evolução será acompanhada pela equipe do Cefau.

Deixe seu comentário:

Curta no Facebook

Curta no social