Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Advogada é suspeita de ter agredido servidora pública com deficiência em lava a jato - Conexão FM 98.1 - Tudo que você gosta! Palmas / TO


No comando: CONEXÃO CORUJA

Das 00:00 às 05:00

No comando: CONEXÃO SERTANEJA

Das 05:00 às 08:00

No comando: TERRITÓRIO SERTANEJO

Das 06:00 às 08:00

No comando: BALANÇA 98

Das 08:00 às 10:00

No comando: DOSE DUPLA

Das 10:00 às 12:00

No comando: RESENHANDO

Das 12:00 às 14:00

No comando: DEIXA ROLAR

Das 14:00 às 16:00

No comando: SERTANEJO BOM DE MAIS

Das 16:00 às 18:00

No comando: LIVE 98

Das 18:00 às 19:00

No comando: NOVINIL

Das 19:00 às 20:00

No comando: POP DJ

Das 20:00 às 22:00

No comando: A VOZ DO BRASIL

Das 21:00 às 22:00

No comando: SOFT NIGHT

Das 22:00 às 00:00

Advogada é suspeita de ter agredido servidora pública com deficiência em lava a jato

Uma advogada está sendo investigada pela Polícia Civil suspeita de agredir uma servidora pública federal com deficiência em um lava a jato em Porto Nacional, na região central do estado. Imagens que mostram os hematomas no corpo de Ana Cláudia Rodrigues circularam na internet e o caso ganhou grande repercussão nas redes sociais.

O advogado da suposta agressora, Wesley Magno Resende Holanda, afirmou que a cliente pode ter esbarrado na vítima durante um “entrave físico” que teve com o próprio companheiro. (Veja resposta no fim desta reportagem)

O fato ocorreu na tarde da última sexta-feira (10) e foi registrado pela Polícia Militar como lesão corporal leve. A vítima contou que estava na conveniência do lava a jato esperando a limpeza de seu veículo, quando um homem se sentou em uma cadeira próxima e lhe cumprimentou.

Logo depois a advogada, que seria esposa do homem, teria se aproximado e iniciado as agressões. A servidora pública relatou ter sido puxada pelos cabelos e agredida com tapas, socos e chutes. Ela sofreu escoriações e hematomas pelo corpo.

Ana Cláudia disse que não conhecia o casal. Ainda conforme a Polícia Militar, testemunhas contaram que a motivação das agressões teria sido ciúmes, devido ao homem estar sentado próximo da vítima.

Deixe seu comentário:

Curta no Facebook

Curta no social